Mudaram as estações, tudo mudou…

Tem dias que as coisas simplesmente dão errado, têm decisões que te levam pra lugar algum e tem decisões que lhe parecem ter dado errado mas na verdade, só deram certo, confuso né?! Calma eu explico...

O universo conspira, a palavra tem poder e os opostos se atraem, então segura na mão de Deus e vai! Tome suas decisões sabendo dos riscos envolvidos e de tudo que pode acontecer, aproveite todas as jornadas e faça cada segundo valer, se não entendeu agora, respira fundo e tenha paciência, que logo você vai entender!

To aqui ainda digerindo os últimos ocorridos e pensando, poxa, será que era pra ser assim? Será que eu não calculo mesmo meus passos e insisto em agir por impulso? E aí pensei.. quer saber, viver é o que há! No momento que eu decidi buscar sempre o melhor que puder, eu escolhi me arriscar. Arriscando aprendi a lidar com as adversidades, e caminhando junto as adversidades eu paguei o preço e também vivi as glórias! Então aqui vão alguns conselhos sobre arriscar:

Mitigue os riscos: Analise bem o que você está querendo fazer, os impactos que isso tem na sua vida, o legal do não legal e principalmente, o racional do emocional.

Trace um plano a longo prazo: Antes de virar o leme do barco bruscamente, lembre-se: “mar calmo nunca fez bom marinheiro”, porém, reza a lenda que alguém disse que o Titanic nem Deus poderia afundar, e deu no que deu. Então analise a longo prazo a mesa, as cartas que tem na mão e em que rodada vai apostar todas as suas fichas, e haja friamente sem arrependimentos.

Aproveite a Jornada: Mesmo nas decisões mais arriscadas, nas que parecem mais loucas pra muita gente, é responsabilidade sua tirar o maior proveito e aprendizado de tudo que viver, então, seja em um emprego novo, na montanha russa ou como voluntário do atirador de faca no circo, aproveite a jornada.

Não faria desse texto um texto chato, com um milhão de dicas, não sou o dono da verdade e ninguém é, são pensamentos, são momentos, são verdades que dado o momento e dada a pessoa são verdade, e pra outras talvez não. Gosto muito de aprender com os tropeços do minguinho no pé da cama, mostra que estou fazendo alguma coisa sempre igual e não estou aprendendo com meus erros. Por muito tempo fui a vítima do pé da cama, sentia a dor mas não mudava a atitude pós incidente, hoje, eu não bato mais no pé da cama e também não costumo chorar o leite derramado… tudo é aprendizado, mas futuro é futuro, presente é presente, e passado é passado! Então se eu pudesse dar só um conselho, eu diria, viva intensamente cada momento de tudo, pois ele é único.

O jardim sofreu com a invernada, mas uma nova flor vai florescer!O jardim sofreu com a invernada, mas uma nova flor vai florescer!

No Comments Yet